Publicado em

Degustação do Clube da Silhouette Coisas da Mai

Você já conhece nosso Clube da Silhouette?

Não? Então depois de ler este post, clique aqui e conheça!

Mas caso você conheça e tenha ficado em dúvida sobre as vantagens de fazer parte do clube, resolvemos preparar uma degustação especialmente para você!

Então, no nosso clube você recebe arquivos arquivos prontinhos para usar, fazer arte ou ainda, se preferir, ganhar dinheiro. São arquivos exclusivos, criados por nós.

A cada mês temos um tema especial em destaque, neste mês de junho o tema foi o dia dos namorados e as festas juninas.

Além dos arquivos você recebe também uma revista virtual com dicas, tutoriais, tira-dúvidas, além disso você pode pedir arquivos para o mês seguinte!

Aqui você encontrará todas as informações detalhadas sobre o que fazer para participar do Clube da Silhouette, mas antes disso, preencha o formulário abaixo e receba em até 24 horas os arquivos da degustação. Os arquivos são seus, inteiramente grátis.

[optin-cat id=122515]

 

Agora que você já pediu seus arquivos clique abaixo para conhecer o clube!

Conheça o Clube da Silhouette Coisas da Mai Magazine

 

Publicado em

Os 5 erros mais comuns na hora de cortar com a silhouette

Vamos ver hoje os  5 erros mais comuns na hora de cortar com a silhouette, tratam-se das dúvidas e erros mais comuns de quem chega para fazer o curso com a gente, ou de quem não fez o curso ainda e nos busca para tirar dúvidas.

Agora com este post você poderá sanar dúvidas e evitar cometer estes erros.

  1. Esquecer de configurar a lâmina na silhouette e o ajuste no programa – é muito comum que quando criemos um novo arquivo ou baixemos um arquivo pronto ele venha com os ajustes padrões ou de quem salvou. Por isso, mesmo que estejamos trabalhando com o ajuste desejado é necessário sempre verificar. Outra coisa que ocorre com certa frequência é que mesmo quando utilizamos nosso ajuste correto, ao reabrir o arquivo ele volte para o ajuste de papel de cópia, ou outra configuração. Por isso lembre-se sempre de verificar o ajuste no programa. Em seguida, antes de cortar, lembre-se de verificar se a exposição da lâmina está correta, adequada ao material que irá cortar.
  2. Alimentar a base de corte na silhouette selecionando a opção load media, caso você faça isso, ela vai agir como se estivesse alimentada por vinil, que não tem a margem de 2 cm como a sua base, e por isso ela irá cortar a parte superior de sua base. Para evitar isso sempre verifique se a sua silhouette está na posição load cuting mat (base de corte). Na silhouette com visor touch screen há a opção do idioma português o que já facilita, pois iremos ver base de corte, mesmo assim lembre sempre disso.
  3. Não posicionar o papel na base de acordo com o mostrado pelo programa: o studio apresenta a representação em tela de sua base de corte, lembre-se de colar o papel na base seguindo esta posição, verifique também se o tamanho do papel a ser cortado está correto com o que aparece no programa. É comum, sobretudo trabalhando com papéis a4, que tem orientação retrato/paisagem que haja confusão.
  4. Alinhar a borda da base com o traço errado da silhouette: a silhouette deve ser alimentada de modo que os rodízios brancos, que puxam o papel, fiquem sobre a borda lateral sem cola de sua base, e para que isso ocorra é necessário alinhar a borda da base de corte com o traço menor do lado esquerdo de sua silhouette. Nas silhouettes mais novas já há uma indicação bem mais clara do que nos modelos mais antigos, entretanto este ainda é um erro comum de acontecer.
  5. Utilizar bases com pouca cola ou lâminas já sem qualidade de corte: a lâmina e a base de corte possuem vida útil, com o passar do tempo a lâmina perde o fio, embora esta vida util possa variar de acordo com o material cortado, a forma de trabalho, o ajuste da lâmina, ela irá durar em média 300 páginas de corte (as lâminas mais antigas duravam cerca de 500) caso a qualidade caia será necessário substituí-la. As bases de corte também tem uma vida útil, porém elas podem ser remanufaturadas, com a utilização de cola permanente ou spraymount da 3m, recomendo apenas a spraymount, pois é de mais fácil manuseio, não gera tanto desgaste na lâmina nem acúmulos de resíduos além de ter uma durabilidade maior.

Agora que você já sabe quais são os  5 erros mais comuns na hora de cortar com a silhouette e viu como evitá-los estará mais preparado para realizar cortes precisos e perfeitos com esta incrível máquina que é a silhouette.

Espero que tenham gostado!

Comentem e Compartilhem!

Ah! e para saberem mais dicas e tutoriais sobre a silhouette, além de receber todo mês arquivos novinhos e exclusivos conheça nosso Clube da Silhouette.